Geral

Lentidão na vacina é explicada

DEPUTADOS QUESTIONAM DEMORA. LAGES VACINOU 40 PESSOAS EM UM DIA

Reverbera no parlamento catarinense a aparente lentidão na aplicação das doses da vacina contra a Covid-19 naqueles grupos prioritários. Os deputado cobram maior celeridade na aplicação da medicação que já está disponível em SC.

LAGES TAMBÉM É ASSIM

Pelos dados da Secretaria da Saúde de Lages, num intervalo de 24 horas (quarta para quinta-feira) foram vacinadas 40 pessoas, passando de 1.761 imunizados para 1.801. Mas a área técnica da pasta explica que o município segue “as etapas de vacinação definidas pela Comissão Intergestora Bipartite (CIB)”.

QUEM FORMA O CIB

O grupo de trabalho é formado por secretários municipais de saúde e representantes do Governo do Estado. A meta no município, conforme prevê a diretriz do Ministério da Saúde, é vacinar, nessa primeira fase, 90% do público prioritário, composto por aproximadamente seis mil pessoas.

QUEM SÃO DESSE GRUPO

Os grupos prioritários da primeira etapa, definidos através das deliberações 002 e 003 da CIB são idosos que residem em casas asilares e os trabalhadores desses locais; profissionais de instituições da saúde que atuam na linha de frente no combate à Covid-19 – hospitais Nossa Senhora dos Prazeres, Tereza Ramos e Seara do Bem, UPA 24 Horas, Centro de Triagem e profissionais do Samu.

OUTROS ABRANGIDOS

Também estão sendo vacinados os profissionais do Corpo de Bombeiros que trabalham no Atendimento Pré-Hospitalar Móvel, vacinadores envolvidos na imunização dos grupos elencados, profissionais que realizam a coleta (swab) e no diagnóstico laboratorial da Covid-19. “Para ser vacinado, o nome dos integrantes desses grupos deverá constar nas listas enviadas pelas instituições”, explica a gerente da Vigilância Epidemiológica, Sumaya Pucci.

Lages imunizou até a quinta-feira, 04, um total de 1.801 pessoas dos grupos prioritários

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *