Geral

Lucas e Ismael: Ajuda a dependentes

GOVERNO CATARINENSE PAGA HOJE 10 VAGAS EM CADA UMA DAS 83 COMUNIDADES TERAPÊUTICAS PARA TRATAMENTO DE DEPENDENTES QUÍMICOS

Final de semana de agenda política reuniu em Correia Pinto os deputados Lucas Neves (Estadual) e Ismael dos Santos (Federal). Ambos iniciaram uma parceria na eleição do ano passado e tendem a manter um trabalho próximo durante os mandatos. Lucas, por exemplo, assumiu a presidência da Comissão de Prevenção e Combate às Drogas, que era presidida desde a criação pelo deputado Ismael na Alesc.

APORTE DO ESTADO

A manutenção das vagas custeadas pelo Governo do Estado é uma das nossas missões. Desde 2014, no governo Colombo, o Estado paga pelas vagas nas comunidades terapêuticas. Hoje são 83 comunidades, com dez vagas cada. O deputado Ismael conseguiu, no ano passado, no governo Moisés, aumentar o valor da mensalidade das vagas. Passou de 1 mil para 1,5 mil reais (cada vaga pelo Estado). “Nossa missão é defender o legado do deputado e melhorar ainda mais o apoio ofertado para as comunidades. Na nossa região nós temos o Crensa, em Lages, e a CRAVI, em Curitibanos”, cita Lucas Neves.

DIZ LUCAS NEVES QUE…

“Ainda este mês eu devo ir a Brasília para uma reunião com a secretaria nacional que cuida das vagas federais oferecidas nas comunidades. O deputado Ismael, que tem trabalhado para a criação de uma comissão na Câmara Federal, fará a interlocução para nós”.

EQUIPE FOCADA

Lucas Neves explica que da equipe que trabalhava com Ismael na Alesc, na comissão, ele manteve o subtenente Wolff que seguirá focado nas mobilizações de palestras e cursos nas escolas de SC. “Também estou integrando a esse trabalho o subtenente Salmória”. E para coordenar a comissão, tanto as ações de prevenção quanto de enfrentamento e apoiamento às comunidades terapêuticas, Gustavo Santos – que atuava como gerente administrativo do HTR – foi o escalado.

O parlamentar lageano também foca na parceria com Ismael dos Santos ajuda para articular a manutenção e ampliação do número de escolas cívico militar em SC

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *