Geral

Lucas segue sendo Lucas

PRINCIPAL REVELAÇÃO DA POLÍTICA LAGEANA MANTÉM ROTINA

Tem uma história (e não é fictícia) que Lucas Neves havia encaminhado para ser vice de Carmen Zanotto naquele 16 de setembro, último dia para definir coligações. Formaria uma chapa fortíssima, quase imbatível. O Paço monitorava porque sabia que seria o fato político da eleição.

DAÍ…

Por volta das 20 horas daquele 16 de setembro quando de uma reunião para bater martelo, Lucas Neves apareceu com uma pesquisa onde apresentava 2 pontos percentuais a mais que Carmen Zanotto. Ele optou por ser candidato a prefeito, fechou com Thiago de Oliveira e Carmen foi buscar um vice às pressas. A consequência dessa decisão todos já conhecem. São bastidores da eleição mais disputada da historia de Lages.

NO TRECHO

Principal (e talvez única) revelação da política lageana nessa segunda metade de década, Lucas Neves contabiliza evolução no quantitativo de votos. Pulou de expressivos 6 mil para vereador (2016) para 18 mil para deputado (2018) e agora 22 mil a prefeito (2020). Isso falando somente de votos de Lages. E o rapaz não muda a rotina nestas épocas, ao repetir um ritual que lhe contenta e deixa uma criançada mais contente ainda.

O registro está em PB da cruzada de solidariedade que Lucas Neves desenvolve com ajuda de parceiros nesta época. Lages ainda vai aplaudir muito esse rapaz na política. Não são os reveses das urnas que farão ele se recolher dos desafios. E Lages precisa de novas lideranças. Isso é fato!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *