Geral

Magistério: Protesto amanhã ou consenso?

Com a rejeição dos 6% de reposição e insistência em 12,84% – índice do piso nacional – professores lageanos foram à Câmara de Vereadores. Acompanharam e protestaram diante da entrada do projeto de lei que concederá 4,48% de reposição que é a inflação do ano já na folha de março.

DIÁLOGO COM VEREADORES

Depois da sessão, vereadores participaram de uma reunião com os professores e representantes do Simproel. Fizeram contato com o prefeito Ceron e esse se dispôs ao diálogo. Nesta quarta-feira, 11, pela manhã, vereadores, representantes do Simproel e do Paço dialogam.

DESSA REUNIÃO…

Do encontro sai uma posição pela manutenção do protesto programado para a quinta-feira, 12, ou um consenso com o Simproel aceitando proposta que for apresentada na conversa. Prefeito Ceron disse que a hipótese de conceder 12,84% ao magistério não existe. Não haveria como atender esse teto de reposição. Não haveria obrigação jurídica nesse sentido. E nem condições técnica-financeiras para atender tal aumento.

Assembleia dos profissionais da educação que rejeitou 6% de reposição. OS 12,84% representariam um aumento de R$ 1.000.000,00 na folha do magistério. E a proposta inicial era de que esses 6% fossem estendidos para todos os servidores e não apenas da Educação

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *