Geral

Marcada para agosto licitação das funerárias

Daquelas pendências que a Prefeitura de Lages tem por resolver integra a lista a permissão de serviços funerários. Assunto é polêmico porque atualmente a cidade possui oito empresas e com a concorrência pública, esse número deverá ser reduzido para cinco, sendo que podem participar do certame concorrentes de todo o Brasil. Significa que funerárias que atualmente operam na cidade, poderão ter que fechar as portas.

DENTRO DE UM MÊS…

De acordo com edital da Secretaria de Administração e Fazenda, no dia 6 de agosto, uma segunda-feira, será procedida à concorrência para a outorga da permissão dos serviços funerários. Dentro de pouco mais de 30 dias, portanto, esse procedimento é para ter desdobramento.

Corrijam-me se houver incorreção, mas Lages, nem na época que o Edifício Centenário ainda estava em construção, realizou procedimento para outorgar serviços funerários. Ou seja, trata-se de uma licitação inédita, para atender o conteúdo na legislação.

 

PRF FLAGRA VINHO EM DESCAMINHO

Conceitualmente o contrabando é caracterizado pela entrada de mercadoria cuja presença no Brasil contraria à lei. Um lança perfume adentrando ao território nacional caracteriza contrabando. Já o descaminho é a chegada ao território de produtos que não pagam os devidos impostos. E pelo entendimento a priori, foi o que houve com as 260 garrafas de vinho trazidas lá da fronteira (Dionísio Cerqueira) e que a PRF flagrou chegando na Grande Floripa. Todas foram apreendidas num prejuízo de dar tontura ao transportador.

Vinho argentino, daqueles bem apreciados, acabaram sendo localizados no porta-malas do veículo pela PRF. Sem pagar impostos, assim em grande quantidade, dá apreensão!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *