Geral

Marcius critica violência da PM

Deputado lageano foi à tribuna da Assembleia Legislativa lamentar a forma truculenta como a Polícia Militar conduziu uma ocorrência na cidade de Mafra. O parlamentar colocou vídeo no sistema da TV do legislativo. No conteúdo aparece uma mulher sendo conduzida e, ato contínuo, o policial que a levava deu uma rasteira. O ato brusco teria quebrado a ‘perna da guria’ como descrevera Marcius Machado. A mulher ainda aparece de nariz quebrado.

COMANDO SE MANIFESTA

Comandante da PM em Mafra expediu nota, detalhou a ocorrência e apontou como normal a ação do policial. O fato mereceu críticas também da deputada Luciani Carminatti, durante a manifestação de Marcius Machado. “Noventa e nove vírgula nove por cento dos policiais militares agem de acordo com o protocolo, mas é preciso que esses casos isolados sejam combatidos”, aponto Carminatti lamentando a violência contra a mulher.

Marcius fez referência ainda a outro episódio, onde um oficial da PM atirou no cachorro de um andarilho em Itajaí. O parlamentar cobrou posicionamento do comando geral nesse ato de Mafra

MAIS MARCIUS: AÇÃO NA SERRA

Emenda no valor de R$ 200 mil permitirá que os 18 municípios da Amures realizem através do Consórcio Intermunicipal da Serra Catarinense cerca de duas mil castrações de animais. O valor foi obtido por meio de emenda do deputado estadual Marcius Machado. “O número de animais abandoados tem se agravado com o crescente aumento populacional, com as castrações, será possível reduzir os animais nascem e ficam pelas ruas e com sorte ampliar o número de adoções responsáveis”.

Deputado tem se posicionado na defesa da causa animal inclusive com ações de controle populacional, como a castração

Aqui está o valor previsto para cada município para investimento em castração naqueles R$ 200 mil da emenda conseguida para a Serra

Compartilhe

1 comentário para: “Marcius critica violência da PM”

  1. É A VELHA MANIA E DEMAGOCICA DE POLÍTICOS CRITICAREM A POLICIA DE UM MODO GERAL QUANDO A ATITUDE FOI DE UM POLICIAL E NÃO DA CORPORAÇÃO E, SABE-SE LÁ O QUE OCORREU NA VERDADE. A ATITUDE ISOLADO DE UM NÃO PODE COMPROMETER A CORPORAÇÃO COMO FAZEM ESSES DEMAGOGOS POLÍTICOS OPORTUNISTAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *