Geral

Marcius e Berlanda não querem 5G em SC

Há quem encare como piada, outros com dúvidas e alguns aplaudem. Mas o fato é que os deputados Nilso Berlanda e Marcius Machado (ambos do PL) apresentaram projeto de lei antes do recesso que proíbe testes e implantação da tecnologia 5G – a nova revolução da internet. O argumento dos parlamentares se baseia em análise de alguns especialistas sobre a radiação emitida pela frequência de futuras antenas.

MAIS ADIANTE

A tecnologia 5G está em fase de testes no Brasil e poderá entrar em funcionamento a partir de 2023, talvez até antes. Pela lei costurada por Marcius e Nilso, caso Santa Catarina ignore a norma que ambos pretendem ver aprovada na Assembleia Legislativa, haveria uma cobrança de multa na ordem de R$ 200.000,00. Os deputados têm levantamentos de que a tecnologia em funcionamento ameaça espécies de animais e afeta a saúde humana.

MAIS INFORMAÇÃO

Portais especializados apontam que a tecnologia 5G equivale a uma inovação semelhante ao que foi a própria invenção da internet. Como está em fase de implantação em alguns países, não há como afirmar como algo absoluto tais riscos apontados ao ponto de se criar uma lei proibitiva. De qualquer forma, o assunto rende muita polêmica. Em alguns grupos há até ponderações citando que “o Marcius voltou a ser o Marcius” como referência ao projeto protocolado.

Deputado Berlanda, aqui com o vice-prefeito Lai Moraes de Cerro Negro, onde o parlamentar foi o mais votado a Estadual. Berlanda assina com Marcius a ideia de proibir a tecnologia 5G em SC

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *