Geral

Marcius: Os menos altos se garantem na PM

Assembleia Legislativa derrubou o veto do governador Carlos Moisés ao PLC nº 0011/2019 do deputado Marcius Machado (PL). A norma altera a altura de ingresso na carreira militar para 1 metro e 60 centímetros aos homens e 1 metro e 55 centímetros às mulheres.

ARGUMENTO

O que vinha acontecendo é que um centímetro abaixo da altura exigida pelos editais dos concursos públicos era o suficiente para desclassificar os candidatos. Para o deputado Marcius, a altura mínima exigida hoje não pode ser motivo de exclusão daqueles que não a possuem, mas tem potencial comprovado pelo Teste de Aptidão Física (TAF).

CINCO CENTÍMETROS

A legislação atual sobre o item, a Lei nº 587/2013, exigia estatura mínima de 1.65 m para homens e 1.60 m para mulheres ingressarem no quadro efetivo de oficiais e praças da PM.

Emocionada, Letícia do Nascimento, de 26 anos, e 1.57 m de altura viu no PLC uma esperança para seguir carreira militar. “Fui considerada apta em todas as etapas. A única coisa que me colocava fora da corporação eram três centímetros, que não dizem se sou apta, ou não. Agora tenho uma chance de seguir carreira”.


O deputado Marcius ressaltou que esse é um tempo de novas oportunidades. “Hoje conseguimos uma grande vitória, igualar a altura para ingresso na carreira militar ao Exército Brasileiro. O projeto foi aprovado antes da finalização do edital deste concurso, ofertando mais oportunidade para quem já passou em todas as etapas do concurso público. Só tenho a parabenizar todos vocês”.

Conteúdo: Jornalista Mirella Guedes e fotos de Luca Gebara

 

VAI NA EXPOLAGES?

VISITA O STAND DA TERRA ENGENHARIA

Informe-se sobre os empreendimentos prontos e aqueles com obras em andamento. Apartamentos, terrenos e imóveis diversos à venda pela Terra Imóveis.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *