Geral

MDB adere a Moisés com Vampiro

DEPUTADO DEVE ASSUMIR SECRETARIA DA EDUCAÇÃO E DIRCE A ALESC

Deputado Luiz Fernando Vampiro (MDB) que obteve exatamente 1% dos votos dos catarinenses para se eleger Estadual, está com um pé no colegiado de Carlos Moisés. É a consagração da nova versão, absolutamente mais política e menos técnica/casernista do governo do Estado.

MIROU ISSO E…

O MDB até acenou interesse em ‘ajudar o governo’, mas mirava a Secretaria de Infraestrutura. Porém, a chegada de Vampiro ao colegiado trará outra acomodação interessante aos pelegos: a posse de Dirce Heiderscheidt no parlamento. Ela é a primeira suplente do MDB, tendo obtido 32.332 votos em 2018.

Vampiro, nesse arquivo ao lado do prefeito Salvaro, é o escalado pelo MDB para integrar o governo de Moisés

ONDE MOISÉS ESTÁ COM A CABEÇA?

A frase acima tem sido recorrente, devido à nova postura do governador Moisés, nesse estilão agregador, criando um frentão de apoio com aqueles partidos que atazanavam nos primeiros 20 meses de governo. Nas internas – e oficialmente nunca se saberá se é fato – consta que Moisés teria ‘vendido a alma ao diabo’ para garantir a sustentabilidade política.

TRADUZINDO

Nesse caso, fala-se de um possível acordo com líderes de partidos como PSD, MDB e PP para ajudá-lo na sustentação do governo, sem tempestades (como aquela do impeachment). Moisés concluiria um mandato sem (novas) máculas, mas não se colocaria para a disputa de um segundo mandato. Se é fato ou fake, o tempo vai dizer. Embora os gestos, convites e adesões deem indicativo para certo fundamento naquilo comentando nos bastidores ali do lado de lá das pontes.

Júlio Garcia, presidente da Alesc e Carlos Moisés, quando o governador estava afastado do cargo. Ele retornou à função e sua vida tem sido bem mais tranquila no parlamento. Apesar de um ou outro lamento daqueles que estão fora das articulações sustentabilizadoras do governo

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *