Geral

Missa nos discretos 255 anos de Lages

“Você tem que exaltar a cidade. Apontar os números do crescimento e ajudar a sustentar esse clima otimista que Lages vive e não ficar choramingando feito comadre por causa da falta de uma programação maior para comemoração do aniversário. Você sabe que gastar dinheiro com essas coisas de festa nunca foi o forte do Gringo. Deixe que os festeiros no futuro tomem conta e transformem tudo em festa”.

ENTÃO

A bronca acima vem de integrante do Paço discordando do lamento (segundo consta, desnecessário) de passarmos uma data importante de 255 anos de fundação de Lages sem algo mais robusto para marcar essa existência. A gente publica a mensagem até para que você que pensa igual aos gestores, sentir-se representado.

O FATO É QUE…

A Prefeitura de Lages não se preparou e quase nada preparou para comemorar a passagem de ano da cidade. Temos respeitáveis eventos de terceiros (e não do município) e mais uma ou outra programação que, embora, também respeitáveis, não trazem o simbolismo mais grandioso que seria uma ampla comemoração. Provavelmente o Natal Felicidade atenta essa expectativa, jogando a cima para cima, numa programação bacana que eleve (ainda mais) a estima.

EXALTANDO A CIDADE

Sobre a sugestão para exaltar a cidade, sem dúvida, temos procurado fazer isso sempre, até para combater aquela postura de hiena que reclama de tudo e de todos. Da mesma forma temos visto e destacado dados e informações que apontam o crescimento da cidade, como resultado do esforço de empresários, trabalhadores, lideranças dos diversos setores e inclusive gestores públicos.

Toninho Vieira fez esse registro bem discreto da presença do prefeito Ceron com a esposa, a primeira dama, dona Salete, mais a filha Maira e o genro Luiz Antonio, na celebração dedicada aos 255 anos de Lages

Padre Ildo Ghizoni foi o celebrante inclusive com direito à fala do prefeito durante a missa.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *