Geral

Moisés acena recursos, medidas e diálogo

PACOTE ANTI-COVID-19 TENTA EVITAR COLAPSO NA ÁREA DA SAÚDE

Na metade da tarde da terça-feira, 23, governador Moisés liberou três das medidas que coloca em prática para tentar evitar o colapso no setor de saúde em Santa Catarina. No dia que o Estado chegou à marca lamentável dos 7 mil mortos (foram confirmados 7.044 óbitos pela Covid-19) o governador anunciou R$ 300 milhões para compra de vacina, outros R$ 600 milhões para custear leitos de hospitais privados visando tratar pacientes acometidos da doença e ainda a nomeação de 488 policiais militares para atuação imediata no reforço de fiscalização.

ALÉM DISSO, DIÁLOGO...

A terça-feira foi marcada pelo diálogo. Governador Moisés participou de viodeconferência com prefeitos catarinenses. Com aqueles das principais cidades do Estado ele conversou individualmente em chamada de vídeo. Na pauta o conhecimento das realidades locais e a troca de informações para a atuação conjunta.

Prefeito Ceron com o governador Moisés e alguns colegas de gestão municipal interagindo sobre ações conjuntas de enfrentamento à pandemia

SOBRE MEDIDAS

Dessa série de diálogos ficou definida a adoção de medidas restritivas para tentar frear a transmissão da doença. Por enquanto, não haverá adoção de providências mais drásticas, como lockdown. Porém, tudo vai depender da curva de crescimento de casos (diagnosticados e óbitos), assim como da rede de atendimento médico hospitalar disponível.

Foto: Greick Pacheco

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *