Geral

Moisés ou Daniela: Reflexo em Lages

DECISÃO SOBRE JULGAMENTO DO IMPEACHMENT REPERCUTIRÁ NA POLÍTICA E NAS AÇÕES TAMBÉM NA SERRA CATARINENSE

Consultamos quatro fontes na manhã de sexta-feira, 07, sobre possíveis desdobramentos do julgamento do segundo processo de impeachment do governador afastado Carlos Moisés:

FONTE I – “Pelo que está desenhando Carlos Moisés retorna ao cargo. É algo quase certo”.

FONTE II – “Moisés retorna, inclusive com uma surpresa no placar da votação hoje”.

FONTE III – “Se prevalecer a justiça, o entendimento jurídico e não político, a Daniela se torna governadora efetiva e definitiva. Acredito muito nessa tese”.

FONTE IV – “Ninguém sabe nada. Nem aqueles que dizem que sabem. Um desembargador não vai sair por aí antecipando voto. E tem deputado que não contou o que decidirá nem para a esposa”.

Significa que não é certo o desdobramento do julgamento, existindo torcidas e opiniões a respeito do tema. Mas um dos dois do retrato comandará o Estado a partir de amanhã sem a sombra do outro.

E O QUE ISSO REPERCUTE

NA POLÍTICA EM LAGES?

A principal interferência, em tese, dá-se em relação à deputada Carmen Zanotto. Em Daniela Reinehr seguindo governadora, a parlamentar segue na missão à frente da Secretaria de Estado da Saúde. A eventual apeada da governadora interina da função dependerá daquilo que Moisés decidirá.

A Secretária Carmen despachou com o prefeito Ceron no final da tarde desta quinta-feira, 06.

AÇÕES DE CARMEN PARA A SERRA

Durante a semana informou sobre a abertura de 20 leitos de UTI em Lages e a respeito da contratação de profissionais para atuar na ampliação de serviços do Estado na área da saúde aqui na Serra Catarinense. Iniciativas que dão a entender que, se Carmen deixar a Secretaria da Saúde (com a eventual volta de Moisés), ela não teria passado pela função sem deixar um carimbo de relativa resolutividade. Mas o funcionamento pleno de toda a nova ala do Hospital Tereza Ramos, por enquanto, nada!

Compartilhe

1 thought on “Moisés ou Daniela: Reflexo em Lages”

  1. A decisão de hoje refletirá no desempenho daqueles pretendentes à Assembleia Legislativa e Câmara Federal em 2022, respingando inclusive, na eleição à Prefeitura em 2024.

    Obs.: EU QUERO O MEU VOTO IMPRESSO!

Deixe uma resposta para João Küster Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *