Geral

Moisés volta a governar SC

MESMO PLACAR DE 6 A 4 PERMITE QUE CARLOS MOISÉS RETORNE AO CARGO

Metaforicamente falando é possível dizer que Moisés atravessou o mar do impeachment. Com a manutenção do mesmo placar que admitiu o afastamento do governador no final do mês de março, aquilo decidido pelo Tribunal Especial de Julgamento recoloca Carlos Moisés na função de governador de Santa Catarina.

Foi um ‘salvamento político’ que acudiu Moisés da perda do mandato no processo de impeachment que tem seu desdobramento final nesta sexta-feira, 07.

DEPUTADOS MANTIVERAM VOTOS

Se Laércio Schuster (PSB) tentou adiar o julgamento, numa estratégia contra Moisés, os outros quatro parlamentares que votaram com o governador em março, mantiveram seus votos. Marcos Vieira (PSDB), Zé Milton (PP), Cobalchini (MDB) e Fabiano da Luz (PT) votaram pela inadmissibilidade do afastamento definitivo de Moisés. Isso foi suficiente para tirar Daniela Reinehr da condição de governadora. Os cinco desembargadores que integraram o tribunal especial votaram pelo afastamento.

Agência Alesc registra o painel de votação do processo de impeachment a partir do acompanhamento dentro do plenário da Assembleia Legislativa de SC

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *