Geral

MTG: Exigências inviabilizam 1/3 dos rodeios

O incêndio na boate Kiss em Santa Maria/RS foi um marco divisor na realização de eventos, inclusive na área tradicionalista como torneios de laço e rodeios. De acordo com Ciro Harger, que preside o MTG, entidade que representa CTGs e piquetes de todo o Estado, um levantamento indica a necessidade de 27 alvarás para realizar um evento. “Estas exigências estão inviabilizando 35% dos eventos em SC”, aponta Harger.

NÚMEROS DO SEGMENTO

Atualmente são realizados 960 rodeios no Estado, o que dá uma média de 20 por final de semana. Este volume gera impacto positivo no turismo e no movimento econômico de Santa Catarina. O MTG estima que os eventos campeiros geram R$ 1 bilhão por ano. Além disso, em pequenos municípios, o rodeio acaba sendo a única diversão de jovens.

ASSUNTO NA ALESC

Essa realidade do significado dos eventos tradicionalistas e campeiros e a burocracia que está impedindo que mais rodeios e torneios de laço aconteçam, foi pauta da Alesc nesta semana. Na Frente Parlamentar do Agronegócio e do Turismo Rural pediram intermediação com a PM, Bombeiros e Polícia Civil. Querem flexibilização nas exigências.

Vice-presidente da Frente Parlamentar, deputado Gabriel Ribeiro classificou a reunião de ‘histórica’ e fez breve relato do que presencia nos eventos na Serra Catarinense. Ficou acertado que parlamentares, tradicionalistas e representantes da PM, Bombeiros e Polícia Civil vão escrever, em conjunto, regras (possivelmente um projeto de lei) conforme as características dos eventos campeiros, sem abrir mão da segurança.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *