Geral

Mutirão oftalmológico em cidade serrana

DE FORMA VOLUNTÁRIA, EQUIPE ATENDE CARENTES EM CAMPO BELO DO SUL. ALGUNS NUNCA HAVIAM CONSULTADO UM OFTAMOLOGISTA

Uma iniciativa que serve de exemplo sobre voluntarismo e prática humanitária. O médico oftalmologista e diretor técnico do Hospital de Olhos de Florianópolis (HOF), Ernani Garcia, coordenou um mutirão de consultas oftalmológicas na UBS de Campo Belo do Sul. Propósito foi acelerar atendimentos de pacientes que aguardavam por consulta e avaliação em uma das filas mais densas da saúde.

PERFIL DOS ATENDIDOS

A equipe coordenada por Ernani Garcia dedicou a maior parte do sábado, 24 de junho, para atender 60 pessoas carentes. Entre elas, gente que nunca havia frequentado um consultório oftalmológico. “Nós realizamos o primeiro atendimento, quando se tira a acuidade visual, faz-se o exame de fundo de olho, mede-se a pressão e avaliamos se é necessária uma cirurgia ou não. Caso positivo, encaminhamos o paciente para Lages ou para Florianópolis, tudo isso pelo SUS”, explica Doutor Ernani. 

Esse foi o segundo mutirão deste ano realizado pela equipe, composta ainda por três médicos residentes do Hospital Celso Ramos, de Florianópolis. A ideia é realizar esse tipo de ação pelo menos uma vez ao ano em Campo Belo do Sul

O QUE DIZEM AS GESTORAS

Para a Secretária de Saúde, Adriana de Oliveira, os mutirões são a maneira mais correta para resolver o problema da comunidade. A prefeita Claudiane Varela Pucci afirma que essa é a prioridade: resolver as filas mais complexas, bem como a importância de já resolver os exames que são feitos aqui. “Através desses mutirões, conseguimos agilidade para resolver os problemas da comunidade”, conclui.

O oftalmologista Ernani Garcia (esquerda) lidera essa ação inclusive como forma de retribuir o sucesso conquistado em outro tipo de atividade que tanto se dedica: a vitivinicultura. Doutor Ernani é o empreendedor da Vinícola Abreu Garcia situada na localidade de Travessão, interior de Campo Belo do Sul.

Com informações de Scarduelli Comunicação

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *