Geral

Nanicos sairão de cena em Lages?

PARTIDOS ‘TRADICIONAIS’ NA CIDADE NÃO TERÃO NEM TEMPO NO HORÁRIO ELEITORAL NO PLEITO DE 2024

Lembram do vereador Chagas, eleito em Lages em 2016? E de Nilton Freitas, que tentou a reeleição? Eles disputaram aquele pleito pelo PSC e PTB. Na eleição municipal passada (2020) tais siglas se quer apresentaram candidatos, devido à limitação gerada pela não formação de coligações. E a tendência é se manterem ausentes agora, inclusive em relação ao apoio às majoritárias que se formarem para 2024.

RAZÃO DISSO

Ocorre que PSC e PTB estão na lista dos partidos que não atenderam a cláusula de barreira da eleição deste ano e não terão acesso a fundo partidário e nem espaço no horário eleitoral no pleito de 2024. Logo, candidatar-se por tais siglas é saber que a campanha será sem espaço no rádio e TV. Os candidatos a prefeito geralmente assediavam esses mais nanicos porque qualquer 30 segundos a mais no horário eleitoral ajudava na soma. Mas agora, nem isso os partidos atingidos pela cláusula de barreira têm mais.

ALÉM DO PSC E PTB

Tem mais sigla que não deve atrair nenhum interesse em parceria na eleição municipal daqui a 2 anos. Somado a PSC e PTB, partidos como Patriota, Solidariedade, PROS, Novo e PCB também não terão tempo. Há ainda siglas como PMN e PMB que não atingiram a cláusula, assim como o UP,AGIR e o DC (pelo qual Godinho disputou a Estadual) que não despertarão interesse, por não contribuir nada em termos de tempo no horário eleitoral para 2024.

Anilton Freitas é diretor de Habitação atualmente em Lages. Mas o seu PTB não tem mais tempo no horário eleitoral, deixando de ser uma sigla interessante para parcerias em âmbito de majoritária

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *