Geral

‘Negar fazer plantão é desumano’

PREFEITO CERON ATACA OS MÉDICOS QUE PEDIRAM AUMENTO DA HORA PLANTÃO PARA INTEGRAR A ESCALA DA UPA EM JULHO

Abaixo trechos da fala do prefeito Ceron na Clube FM (Hora da Corneta) ao anunciar o decreto de emergência em saúde pública. Confira o que disse o Gringo:

O QUE HOUVE? – “Fomos surpreendidos com o comunicado dos médicos da UPA de que eles não vão participar da escala de plantão que começa às 00:00h desta sexta-feira. Mandaram uma carta e, em função dessa carta, conteúdo e as consequências nós tivemos que tomar umas providências para aquilo que é o mais importante, que é o atendimento da população que por ventura necessitar da UPA na próxima madrugada e nos próximos dias”.

OS VALORES – “Eles (os médicos) mandaram uma carta, depois de uma reunião com o secretário (de Saúde) dizendo que não irão participar da escala, a não ser que nós pagássemos determinado valor pela hora plantão já a partir de amanhã. E no mês seguinte (agosto) já com outro aumento da hora plantão (…). O pedido é de R$ 150,00 a hora agora e R$ 170,00 se não me engano em agosto. Hoje a hora plantão é de R$ 120,00”.

ATO IMPENSADO – “Não é por causa de R$ 20,00 ou R$ 30,00 na hora plantão que nesse momento se tenha a ‘irracionabilidade’ de não pensar na população (…). Até porque, se eu tivesse que pagar hoje R$ 150,00 a hora plantão, dependeria de encaminhar uma lei para a Câmara a ser aprovada. Então, acredito que foi um ato impensado por parte de alguém, de tentar botar na força, na marra esse tipo de coisa. Na marra a gente não consegue (…). É com diálogo que nunca faltou da nossa parte, nem vai faltar. Não vou nominar nenhum profissional, eu tenho respeito com todo mundo”.

BOLSO DE LADO – “A UPA, é um crime quando se fala que ela atende mal. É uma injustiça que se faz. O atendimento da UPA é excepcional. Mas só que nós estamos atendendo 700 pessoas por dia. É desumano, é complicado. Mas gente, nós viemos de dois anos de pandemia. Então, neste momento a gente teria que deixar um pouco o bolso de lado e colocar o coração mais a funcionar. É o apelo que eu faço e a gente espera sensibilizar também os nossos médicos que são profissionais da melhor qualidade”.

DESUMANO, CRIME – “A gente não retira o direito, menos de se negar a fazer plantão. Aí não. Aí é desumano, é crime. Pode gravar o que o prefeito está dizendo: isso é desumano e é crime deixar de atender a população por causa de 20 ou 30 reais. Daí falam: Porque não paga os 30 a mais? Não é assim que se negocia, não é na marra, na força. Eu sigo uma legislação. A gente está pagando dentro do que o mercado paga em Lages. Então, brincar com saúde, eu ao menos, não vou brincar nunca”

SOBRE AMEAÇAS E… – “Nós passamos para o Ministério Público todas as matérias que saíra na imprensa, na internet, faladas por médicos e etc, falando coisas que não deveriam ter sido faladas. Não vamos passar a mão leve em ninguém. Chegou uma ofensa, uma ameaça, vai lá para o Ministério Público, que o Promotor com sua sabedoria saberá conduzir”.

MÓDULO CASCA GROSSA – “Hoje foi um dia muito pesado na saúde, muita coisa injusta foi feita e não foi contra o prefeito. Por mim pode malhar porque não tem problema nenhum. Estou com 77 anos de idade e muito tranquilo. Agora, a população de Lages tem que ser protegida. Então isso aí, se quiserem chamar o coronel de coronel, não tem problema nenhuma. Agora, vamos atender a população. E disso a gente não vai abrir mão”.

Na parede os dizeres de que É REALIDADE, Lages cada vez melhor. No protagonismo o prefeito e o secretário de Saúde assinando decreto de emergência porque a área enfrenta uma crise bem complexa

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *