Geral

‘Nem se fosse emenda de Marcius…’

DEPUTADO COBROU NÃO REPASSE AO HOSPITAL DE SÃO JOAQUIM. MAS HAVERIA UM PROBLEMA MAIOR QUE NEM O PARLAMENTAR ESTARIA SABENDO

“Após cobrança (feita em plenário), na manhã de quinta-feira, 07, parte dos pagamentos referentes ao mês de julho foram realizados. A instituição ainda aguarda o pagamento do restante dos valores de julho e também dos meses de agosto e setembro”.

Assessoria do deputado Marcius envia a informação acima sobre o pagamento que teria sido feito de forma parcial pelo Estado ao Hospital de São Joaquim, após a cobrança do parlamentar em plenário na Alesc

MAS HAVERIA OUTRA SITUAÇÃO ENVOLVENDO

O HOSPITAL QUE NEM MARCIUS ESTARIA SABENDO

“Nem se fosse emenda do Marcius para o hospital de São Joaquim, coisa que ele não providenciou, teria o pagamento e repasse feito por uma situação lamentável, mas verdadeira. O hospital tem pendência em relação à emissão de CND. E sem certidão negativa não se acessa recursos de convênios e outros repasses”. Ponderação recebida em relação às razões do ‘atraso’ na destinação de recursos ao hospital de São Joaquim. “A unidade precisa receber do Estado, somando os recursos para leitos clínicos Covid-19 e a Política Hospitalar Catarinense, o total de R$ 1.381.840,52. Mas precisa estar em dia para acessar tais valores e outros, inclusive de emendas, em havendo, para ter as verbas liberadas”.

INFORMAÇÃO QUE NOS CHEGA

“O Secretário de Estado da Saúde, André Mota Ribeiro, juntamente com o Assessor de Governo na Serra, Lucas Neves, reuniu-se no dia 14 de agosto deste ano com o prefeito de São Joaquim, Giovani Nunes. Também estavam presentes o diretor do Hospital Sagrado Coração de Jesus, João Paulo de Jesus, e representantes da Câmara de Vereadores para discutir uma forma de dar celeridade ao repasse de recursos para a unidade hospitalar. A intenção inicial do Estado de viabilizar os recursos em parceria com a prefeitura foi frustrada, pois o aporte extrapolava a capacidade de repasse do município”.

Foi a primeira vez que um secretário de Estado da Saúde esteve no hospital de São Joaquim. Na pauta da conversa a tentativa de encontrar uma forma de repassar recursos, dificultado isso por falta de CND

ATUALIZAÇÃO SOBRE O ASSUNTO

Deputado Marcius Machado faz duas observações. A primeira é de que destinou uma emenda de R$ 100 mil para o hospital de São Joaquim. O dinheiro é para implantação do sistema de energia solar no prédio. E, segundo ele, até agora não houve pagamento. A outra observação do deputado é de que o hospital ingressou na justiça e conseguiu liminar para receber os recursos, mesmo sem a CND. Ou seja, é atraso do Estado mesmo!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *