Geral

Ninguém esquenta o banco no HTR

GESTOR ESCALADO SE DESPEDE DA DIREÇÃO

Félix Aidar, apresentando pelo Governo do Estado como o ‘abridor de hospital’ se despediu dos funcionários do Hospital Tereza Ramos. Argumentou na mensagem que se desligava da função por motivos profissionais. Atuante no interior de São Paulo, Aidar substituiu Andréa Berto que já substituía Beatriz Montemezzo.

Félix à esquerda nessa recepção ao secretário André Motta Ribeiro (centro) quando da recepção aos aparelhos respiradores entregues pelo Estado à unidade de saúde

MISSÃO CUMPRIDA

Félix Malcher Motta Aidar argumentou em sua manifestação de despedida que veio para Lages com a missão de colocar a nossa ala do Hospital Tereza Ramos em funcionamento. Aponta que está tudo pronto para a estrutura entrar em funcionamento com a pendência apenas do serviço de oxigênio.

A nova ala do hospital Tereza Ramos tem previsão de funcionamento a partir deste mês de junho, cerca de 60 dias antes do prazo inicialmente dado pelo governador Moisés de que a estrutura funcionaria a partir de 14 de agosto

Compartilhe

2 comentários para: “Ninguém esquenta o banco no HTR”

  1. falta só o oxigênio? Que piada! Sou servidor do hospital e sei que falta tudo. É uma desorganização que chega a suplantar a bagunça da época da Beatriz Montemezzo. O tal abridor de hospitais além de mal educado não conseguiu abrir nem um único setor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *