Geral

O alerta que preocupa na Serra

NOTA APONTA RISCO IMINENTE DE FALTAR MEDICAMENTOS A PACIENTES COM COVID-19

A nota vem do Comitê Gestor que administra inclusive o Centro de Triagem de Lages que atende regionalmente, além de hospitais e estruturas de saúde como a UPA.

DOCUMENTO APONTA QUE…

A disponibilidade de medicamentos atingiu o limite crítico, alertando que nos próximos dias poderá ocorrer o comprometimento ao atendimento dos pacientes com coronavírus e outros que estejam internados em hospitais da Serra Catarinense. A nota alerta à população, tendo em vista a gravidade da situação, onde se torna premente a união de esforços em todas as esferas de poder, para a solução imediata da reposição dos medicamentos em falta nos hospitais e centro de triagem regional.

TRECHOS DA NOTA

“… Se faz necessário reafirmarmos que para um atendimento de qualidade, é essencial que tenhamos os medicamentos necessários (…). Como tais insumos estão escassos em todo País, existe um esforço diário para compra dos mesmos, eis que devido ao alto consumo estes desapareceram do mercado e quando disponibilizados e as compras ocorrem não há garantias de entrega”.

A LISTA E O RISCO

A disponibilidade dos medicamentos, em especial propofol, midazolan, fentanil e rocurônio, atingiu o seu limite crítico e, eventualmente, nos próximos dias, poderá ocorrer o comprometimento de atendimento aos pacientes com coronavírus“.

A nota apresenta no rodapé a assinatura da Prefeitura de Lages e UPA, além dos hospitais de Lages (Nossa Senhora dos Prazeres e Seara do Bem), Hospital São José de Urubici, Santa Clara (Otacílio Costa), além dos hospitais de São Joaquim e Bom Retiro

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *