Geral

O combate às filas da saúde na Serra

COM O MUTIRÃO DE CIRURGIAS EM CURSO VÃO APARECENDO DEMANDAS REPRESADAS QUE ESTÃO SENDO COMBATIDAS

Depois de iniciado o mutirão de cirurgias com o desafio de tentar zerar a demanda de procedimentos, encontramos a Secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto. Dizia-nos que com o start dado ao trabalho, a partir de diálogo com dirigentes de instituições hospitalares e secretários municipais de saúde, apareciam demandas complementares. “Encontramos agora uma fila à espera por cateterismo aqui da região serrana. Vamos intensificar as tratativas e atender essas pessoas que estão à espera do procedimento”.

A FILA DO CATETERISMO ANDA

Os dados informados na época indicavam mais de 200 procedimentos de cateterismo a serem feitos em pacientes da Serra Catarinense. Fechando os dados, esse número chegou 324 pacientes. Desses, um total de 104 foi atendido em mutirão realizado no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres neste mês de julho. “A expectativa é que em agosto mais procedimentos sejam realizados com o objetivo de zerar a fila de espera”, cita a informação sobre a providência.

IMPORTÂNCIA DO EXAME

“Durante o inverno ocorrem mais casos de infarto, um aumento de 30%, pois acontece a  vasoconstrição que é a redução do fluxo sanguíneo”, explica a gerente regional de Saúde, Susana Zen. Daí a importância do exame e do trabalho preventivo. O procedimento serve para diagnosticar ou tratar doenças cardíacas, por meio da introdução de um cateter, que é um tubo flexível extremamente fino e longo, na artéria do braço ou da perna do indivíduo, que será conduzido até o coração. Zen observa que a demanda atendida se refere a pacientes das cidades que fazem parte da Amures.

CARMEN AGRADECE

O exame de cateterismo é feito de forma ambulatorial pela Clínica Cardiolages, prestadora do serviço, que funciona dentro do hospital e o paciente não precisa ficar internado. “Nossa missão é  aliviar o sofrimento das pessoas. O mutirão é fundamental para agilizar a realização dos procedimentos. Agradeço a toda a equipe do Hospital e da Cardiolages que estão se dedicando em diminuir a demanda reprimida dos exames na Serra Catarinense”, destaca Secretária de Estado da Saúde Carmen Zanotto”.

Colaboração do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, via Clínica Cardiolages, permitiu mais de 100 exames de cateterismo cujos pacientes aguardavam na fila

Secretária Carmen numa das reuniões da Amures onde discutiu as demandas do mutirão de cirurgias com prefeitos da Serra

Com informações da jornalista Josi Ribeiro

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *