Geral

O jogo de palavras na CPI

PARA CONSTRUIR A NARRATIVA O VEREADOR JAIR JÚNIOR CHEGA A INVENTAR ATOS DA CPI EM QUE ELE ATUA COMO RELATOR

Observe-se que errado o vereador Jair Júnior (Podemos) não está. O que ele faz é uma estratégia de acentuar o desgaste aos atuais gestores (atuantes e afastados) do Paço com vistas ao processo eleitoral do ano que vem. Daí nessa estratégia que Jair Júnior imprime vale o chamamento de ex-prefeitos, como o fez com Elizeu e Colombo, e incluir na narrativa situações que não necessariamente são verdadeiras.

EXEMPLO DISSO

Nas redes sociais o relator da CPI publicou uma espécie de comemoração pelo fato de Antonio Ceron, preso domiciliarmente, ter sido intimado para falar na comissão. Entretanto, essa informação do relator não procede. Ceron não foi intimado porque essa medida (intimação) pressupõe ‘uma ordem de autoridade que obriga a pessoa a fazer, ou deixar de fazer, algo com base na lei. Quem recebe uma intimação é obrigado a comparecer na data e horário estipulados no documento’. E isso não acontece em relação ao prefeito afastado.

O documento assinado pelo presidente da CPI apresenta um convite e não uma intimação ao prefeito afastado. Convite é opcional. Intimação é obrigatória.

LÓGICO QUE…

Seria um encontro memorável ver Ceron e Jair Júnior frente a frente. Mas essa conversa de ambos até poderia ter ocorrido, caso a tomada de depoimento de Elizeu e Colombo não tivesse se desvirtuado do tema da CPI e quase se tornado vias de fato. A essas alturas, para Ceron, um confronto com o vereador e seu adversário político há tempos, não agregaria. Logo, apesar da intimação fictícia noticiada por Jair Júnior, não será desta feita que ele repetirá com o prefeito afastado (e preso domiciliarmente) aquilo que se visualizou na oitiva de Colombo e Elizeu Matos.

ALIÁS

Surpreende a postura polida do vereador Heron Souza na condução da CPI. Coube a ele atuar como uma espécie de apaziguador especialmente no clima criado quando da oitiva de Colombo e agora no ‘convite’ a Ceron com uma diplomacia que chama a atenção. Isso que Jair Júnior somente é o relator da CPI por deliberalidade de Heron.

***

Abaixo conteúdo publicitário!

EM QUE ESTÁGIO ESTÃO AS OBRAS

NO RESIDENCIAL BÉRGAMO?

Registro do final de maio evidenciando o trabalho bastante adiantado, dando forma a mais um empreendimento Terra Engenharia!

Registro de Incorporação: R3/41196

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *