Geral

O público da Festa do Pinhão

ORGANIZAÇÃO AGRADECE AS ‘MAIS DE 100.000 PESSOAS’ QUE FORAM AO EVENTO NOS 10 DIAS NO PARQUE CONTA DINHEIRO

Nos tempos idos, para tentar encantar patrocinador, pregava-se que a Festa do Pinhão recebia 300.000 pessoas em 10 dias de evento. E nunca ninguém fazia a conta de que, para receber esse quantitativo de público, precisava manter uma média de 30.0000 por noite. A imprensa reverberava a pregação para ajudar vender o evento. Mas nunca houve uma Festa do Pinhão com 300 mil pessoas.

TALVEZ NEM 200.000

Considerando os três dias de portões abertos – e já houve edição com quatro dias sem cobrança de ingresso – e mais aqueles com bilheteria, é pouco provável que alguma edição tenha chegado a 200.000 visitantes. Inclusive quando na edição deste ano se falou que, por causa daquela lista de shows, ideia era atrair 200 mil pagantes (acho que os mesmos que falaram em 50 mil na noite da quarta-feira, 15), quem entende de público e de parque Conta Dinheiro, considerou a estimativa uma piada.

PÚBLICO MÉDIO DA FESTA

Empresas que tocam o evento não têm obrigação, e nem irão, divulgar bilheteria. E isso por uma série de fatores. Parece-me que foi naquele ano do ‘estouro’ de bilheteria com Vitor & Léo levando 55 mil pagantes numa noite que a bilheteria registrou 124.000 pessoas ‘caseando’ para entrar no parque. Nesta edição, os organizadores foram para as redes sociais agradecer ‘as mais de 100 mil pessoas’ que foram ao evento. O número é bem esse: mais de 100 mil.

NOSSA ESTIMATIVA DE 2022

Estimaríamos umas 25 mil nas três noites de graça e perto de 100.000 pagantes nas noites com bilheteria. A vantagem que não havia em edições antigas é a monetização mais robusta do ingresso. Uma única pessoa pagando 40% de um salário mínimo como ingresso (R$ 500,00) é coisa que não se imaginava nas antigas. Hoje é uma das formas de acumular faturamento, ajudar pagar o evento e sobrar uns trocados de lucro para os que apostam na iniciativa.

Card acima dos organizadores agradecendo aos 100 mil visitantes e acenando com um ‘até o ano que vem’

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *