Geral

Óbito de vacinado em Lages

PACIENTE JÁ HAVIA RECEBIDO AS DUAS DOSES E FALECEU. HÁ INTERNADOS PELA DOENÇA QUE TAMBÉM JÁ FORAM IMUNIZADOS

Recebeu a vacina contra a Covid-19 não significa estar absolutamente livre da doença. E embora se anuncie – e isso seja verdadeiro – que em se diagnosticando a doença daqueles que já receberam a imunização, a Covid-19 se manifesta de forma menos agressiva, nem tal situação é razão de baixar a guarda em relação à prevenção.

ÓBITO E INTERNADOS

Perfil Lages do Futuro no Instagram compartilha, dentro as boas informações (que servem de alerta e orientação), duas que evidenciam aquilo argumentado acima. “Lages já registrou óbito de pessoa que havia completado o esquema de vacinação”. Aponta uma dessas informações. Ou seja, vacinou-se, contraiu a doença e faleceu. Também nesta quinta-feira, 20, foram notificados dois pacientes internados devido à doença e que já haviam recebido as duas doses da vacina.

SIGNIFICA, PORTANTO

Que a vacina é importante, necessária, indispensável. Mas ela não livra ninguém da doença. Os cuidados, os protocolos, as cautelas, devem ser mantidos.

As informações não sugerem que as vacinas não são boas. Aponta que as mesmas se prestam àquilo já anunciado de reduzir efeitos mais severos na saúda das pessoas quando acometidas de Covid-19. Mas garantia de 100% contra a doença, não existe!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *