Geral

Onde chegará a CPI da Semasa?

COMISSÃO CHEGA AOS 90 DIAS DE TRABALHOS SEM APRESENTAR FATOS NOVOS NAQUILO QUE É INVESTIGADO

Para começo de conversa que fique patente que não há quem seja contra a CPI da Semasa (e temos insistido muito nisso). A comissão foi criada com o propósito de investigar os contratos da Serrana na relação com a Semasa nos anos de 2021 e 2022. Ou seja, fato determinado, conforme estabelece o regramento de criação de CPI.

E…

Embora haja essa crença que a investigação dos vereadores chegue em algum fato ou ato além daquilo que o Gaeco investigou e que gerou a Operação Mensageiro, salvo se é mantido em sigilo algo apurado, não apareceu conteúdo extraordinário. Algo fora da curva, além daquilo que já é de conhecimento público, a partir da investigação liderada pelo MP/SC. Insiste-se que é preciso que se chegue além, visto que aquilo identificado como irregular já virou investigação, denúncia e processo. E tudo que os vereadores investigarem na CPI terá esse mesmo destino, ou seja, envio ao Ministério Público.

DAÍ QUE…

Diante desse deserto de fatos novos – embora haja torcida que se chegue a algo além do investigado – a CPI resolve ouvir ex-prefeitos. De Colombo que trouxe a Semasa ao mundo há 20 anos (criação foi em fevereiro de 2003) a Toni Duarte e Elizeu Mattos. Nos tempos de Colombo era a Engepasa que tocava o sistema de abastecimento que substituiu a Casan.

AINDA

A Serrana entrou exatamente em que data na vida da Semasa? O início das operações guardam relações com os contratos pós-2020? A impressão que passa é de que não há uma linha determinada da investigação da CPI e está se dando tiro no escuro na se chegar a um fato que justifique a criação da comissão. Vamos torcer que esses disparos atinja algo que interesse à sociedade.

Comissão deliberou por ouvir três ex-prefeitos em meados de junho e o relatório final já tem data para leitura: 28 de junho, uma quarta-feira

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *