Geral

Operação plena em Correia Pinto

AEROPORTO OPERA COM MANOBRAS NAS DUAS CABECEIRAS E ISSO REFORÇA GARANTIA DE POUSOS E DECOLAGENS

Se frequentemente quem embarcava em Campinas/SP com destino à Serra Catarinense precisava descer em Florianópolis e até Curitiba por causa da impossibilidade de manobra de aterrissagem em Correia Pinto, parece que isso é coisa do passado. Com equipamentos instalados e a segunda cabeceira homologada, os voos programados para o Aeroporto de Correia Pinto têm concluído as operações em segurança. Inclusive a cabeceira recém homologada tem sido utilizada pelas aeronaves da empresa Azul Linhas Aéreas, como se verificou na sexta-feira, 04.

A manobra perfeita na sexta-feira com a chegada de Campinas e pouso pela cabeceira leste que foi homologada recentemente. As manobras podem ser feitas utilizando qualquer das duas cabeceiras, o que reforça a garantia de que o voo oriundo de Campinas chegue a Correia Pinto sem precisar se deslocar a Florianópolis ou Curitiba por causa de condições climáticas.

EM TEMPO

Há ainda um trabalho de bastidores tentando convencer logisticamente a Azul a retornar com a aeronave anterior (com mais espaço) substituindo o ATR 72 que opera atualmente. Como é uma viagem relativamente longa (mais de 90 minutos) as aeronaves Embraer E-195 E2 são mais confortáveis para quem utiliza o serviço aéreo a partir da Serra Catarinense.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *