Geral

Otacílio Costa: Hospital chama credores

INICIATIVA É PARA APURAR REALIDADE DA DÍVIDA DO HOSPITAL SANTA CLARA QUE ESTÁ SOB INTERVENÇÃO E PROVIDENCIAR PAGAMENTO

Quando o prefeito Fabiano Baldessar (MDB) decretou a intervenção na Sociedade Beneficente Dom Daniel Hostin, mantenedora do Hospital Santa Clara de Otacílio Costa, cogitava-se um débito superior a R$ 5 milhões. Além da dívida, as dificuldades de acesso a certidões poderiam inviabilizar o acesso a recursos como do SUS. Daí que a intervenção vem ocorrendo, com prazo de meses, com o desafio de sanear as dívidas e organizar o hospital.

E NESSE SENTIDO

Na segunda-feira, 24, foi elaborado um edital convocando credores para que esses se habilitem perante o Hospital Santa Clara, comprovando a origem do débito. Assim, a interventoria procura colocar no papel a realidade das finanças (dívidas e, a partir disso, executar um plano de pagamento. “O não comparecimento e não comprovação dos créditos a receber, resultarão no fato de que tais dívidas não irão integrar a prestação de contas oficial que a interventora prestará, conforme determina o decreto de intervenção”, aponta o edital assinado pela interventora do Hospital Santa Clara, Beatriz Mesquita Alves.

Este é o teor do chamamento a credores para que compareçam e comprovem a origem do débito perante o hospital. Naturalmente estruturas públicas como a Celesc e Casan, cuja dívida com tais empresas superaria R$ 500 mil, não depende e nem precisa comprovação.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *