Geral

Planaterra assume obra em Painel

EMPRESA CONSEGUIRÁ ACELERAR REPAROS NA SC-114 PARA RESTABELECER O TRÁFEGO ENTRE LAGES E MUNICÍPIOS COMO PAINEL, SÃO JOAQUIM E SUL DE SC

Deputado Marcius Machado chegou a gravar vídeo citando que conversara com um engenheiro da obra e ouvira previsão de que seriam necessários quatro meses para executar a correção na SC-114, no local avariado em Painel. Não sabia o parlamentar que o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Infraestrutura, já trabalhava um Plano B, colocado em prática na sexta-feira, 23, conforme informou o Assessor de Governo, Lucas Neves.

SOBRE O PLANO

A empresa Engeplan é a responsável pelas obras e manutenção de urgência na infraestrutura rodoviária na Serra Catarinense. Mas sem uma capacidade de maquinário mais ampla, quando se depara com um imprevisto como esse em Painel. Assim, enquanto essa empresa fazia a limpeza e providências iniciais no local, a Secretaria de Estado da Infraestrutura busca a forma legal de contratar outro prestador de serviços que executasse a recuperação com maior celeridade. “E esse procedimento foi concluído. A empresa Planaterra, a mesma que faz o asfalto entre Anita Garibaldi e Celso Ramos, está assumindo os trabalhos em Painel”, informou Lucas Neves. Ele observa ainda que a Engeplan segue na prestação de serviços, mas dando atenção à manutenção do desvio de 3.900 metros de chão batido.

Parte do maquinário da empresa Planaterra que chegou na sexta-feira, 23, para as intervenções no trecho avariado da SC-114 em Painel

PREVISÃO DA OBRA

Como se constitui obra de engenharia em que pode ser encontrada variante imprevista, não dá para dar absoluta certeza sobre a conclusão do reparo. “Mas considerando o potencial da empresa Planaterra, o projeto apresentado pela empresa de recomposição da pavimentação e a celeridade solicitada pelo Governo, há uma crença de se resolver em 40 dias”, cita Lucas Neves. O Assessor de Governo enviou cópia do projeto apresentado pela Planaterra que detalha toda a intervenção que será executada no local avariado ao custou de R$ 3.188.288,78.

O mapa da encrenca: O local do escorregamento, o início do desvio, são 3.900 metros de estrada de chão

Lucas Neves conferindo in loco, ainda na sexta-feira, a solução dada para acelerar a recuperação do trecho avariado da rodovia estadual em Painel

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *