Geral

PP de luto: Morre Cairu Hack

O ANO ERA 1986…

Estávamos diante daquela que seria a última eleição a governador em turno único. Na disputa cinco candidatos para suceder Esperidião Amin, então no seu primeiro mandato como governador. O PP (na época assinando como PDS) apostou todas as fichas numa chapa pura. Lá estavam Amílcar Gazaniga ao governo e Cairu Hack de vice. A eleição foi vencida por Pedro Ivo Campos do MDB que somou a metade dos votos da época (49,28%) num total de 886.414 votos. Governador eleito na eleição seguinte, Vilson Kleinubing ficou em segundo lugar em 1986. E a chapa pura do PDS onde estava Cairu Hack, representando a bandeira de Amin, amargou o terceiro lugar. Cerca de meio milhão de votos a menos que o vencedor.

CORTA PARA OS DIAS ATUAIS

Aquele que deixou o cargo de prefeito em São Lourenço do Oeste para formar a dobradinha do PDS, Cairu Hack, faleceu neste início de semana. Cairu se tornou depois deputado estadual em mandato único e até tentou emplacar como suplente ao Senado. Empresário e de família tradicional no Oeste, morreu aos 68 anos. O PP está de luto.

Esse registro é de quando Cairu Hack foi deputado estadual, eleito na eleição de 1990

DAQUELES TEMPOS

Não dá para lembrar das eleições de 1986 sem registrar que foi nela que Dirceu Carneiro foi eleito Senador da República. Ele somou 566.803 votos e conquistou expressivos 18,84% da votação ao Senado. Outro lageano, Evaldo Amaral, também disputou pelo PFL e ficou em 12.º lugar com apenas 81.317. Naquela eleição, dois serranos foram eleitos à Câmara Federal: Francisco Küster pelo MDB e Henrique Córdova no PDS. O mais votado a Federal em 1986 foi aquele que depois se tornaria governador por dois mandatos: Luiz Henrique da Silveira.

Francisco Kuster que ainda ontem cruzei por ele no bairro Coral, nesse registro quando da inauguração do IFSC de Lages, dialogando com o professor Gilberto Sá. Na eleição de 1986 foi o 9.º mais votado a Federal

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *