Geral

Quais números da dívida de Lages?

A GENTE NÃO SABE. E TAMBÉM NÃO SABEMOS SE OS GESTORES SABEM

Falando ao colega J. Damasceno na Imagem TV (conteúdo jornalístico nas plataformas digitais), o secretário Antônio Arruda (Fazenda e Administração) apontou que:

“Para uma administração que pegou uma dívida de curto prazo de cerca de R$ 115 milhões e estar com as contas em dia, em tempos de pandemia, é um feito histórico”.

Mas esses números não batem porque, quando assumiu a administração o prefeito Ceron apresentou dados da dívida se referindo a uma herança de R$ 117 milhões no total e não apenas ‘de curto prazo’.

O assunto mereceu destaque como aponta acima a reportagem do falecido jornal Correio Lageano. O montante se refere, como cita o prefeito no texto oficial distribuído pelo Paço, às dívidas de curto e longo prazo.

ELIZEU ASSUMIU COM

R$ 77 MILHÕES DE DÍVIDAS

Embora tenha se referido à dívida dos últimos 251 anos, quando assumiu o primeiro mandato, Ceron não quis escalonar a origem dos débitos por causa de valores contraídos também por aliados. Quando Elizeu sucedeu Renatinho, por exemplo, contabilizou R$ 77 milhões de dívidas. Sendo que o valor maior era para o LagesPrevi na ordem de R$ 19 milhões como resgata a reportagem dos tempos da RBSTV.

Contas em dia não significa não ter dívidas. Mas a realidade de números atualmente em Lages é desconhecida. E a gente nem sabe se há interesse em tornar o assunto conhecido por parte dos gestores

Crédito: Os prints do post estão à disposição no google e se referem a reportagens do Correio Lageano e Diário Catarinense à época das referidas publicações

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *