Geral

Novo piso ao magistério estadual de SC

SÃO MAIS DE 678 MILHÕES AO MAGISTÉRIO ESTADUAL EM 2021. VALORES SE REFEREM AO IMPACTO DA ALTERAÇÃO DA REMUNERAÇÃO APROVADA NA ALESC

Sobre a PEC que estabeleceu novos valores remuneratórios ao magistério catarinense isso significa:

( ) Respeito

( ) Valorização

( ) Resgate histórico

( ) Todas as alternativas

Ao invés de mobilização por greve, coisa que se via em governos anteriores, uma votação mais rápida ainda e o magistério catarinense ganha uma atualização salarial que não corrige no total aquilo que a categoria merece, mas melhora bastante. Monetiza o esforço e a dedicação de uma classe fundamental à sociedade. É o que pode ser dito da PEC 07/21 aprovada na Alesc com 33 votos favoráveis e apenas um contrário.

A painel da votação com o resultado da PEC que foi apreciada em dois turnos nesta quarta-feira, 11, na Alesc

MOISÉS QUER MAIS

“A Educação de Santa Catarina merece esse reconhecimento e essa valorização. E não vamos parar por aí. Também encaminharemos, em breve, uma proposta de descompactação da carreira”.

SOBRE OS VALORES

A remuneração mínima de R$ 5 mil se aplicará a todos os professores efetivos, ACTs e inativos com licenciatura plena ou graduação em Pedagogia, incluindo os pós-graduados. Para aqueles com formação em nível médio, o valor mínimo será de R$ 3,5 mil. Profissionais que tiverem graduação com licenciatura curta, receberão, no mínimo, R$ 4 mil. Os valores correspondem à jornada de trabalho de 40 horas semanais.

NA FOLHA DE AGOSTO

A aprovação, nesta quarta-feira, foi essencial para garantir o pagamento já a partir da folha de agosto, contando com a complementação retroativa a partir de fevereiro deste ano. Os valores referentes aos meses anteriores devem ser parcelados e pagos até novembro. “A medida vai atender de imediato mais de 63% do quadro de professores do Estado, representando investimentos na ordem de R$ 678,495 milhões só em 2021”, cita o progressista José Milton Scheffer. Quase 50 mil profissionais serão beneficiados.

Deputados aceleraram a votação da PEC em dois turnos para a mudança salarial ser paga ainda na folha de agosto

Compartilhe

1 comentário para: “Novo piso ao magistério estadual de SC”

  1. Como que o estado pode aumentar a folha de pagamento dos servidores e em Lages o Prefeito não consegue nem pagar o reajuste dos servidores?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *