Geral

Radares na BR-282 e não na BR-116

No lote de 202 radares previstos para Santa Catarina nesse acordo do DNIT com o Ministério Público Federal homologado pelo Judiciário em Brasília, 80 equipamentos serão instalados na BR-282. Esses estarão naqueles pontos considerados mais perigosos no traçado da rodovia. Na BR-116, pelo fato de ser rodovia concessionada, não haverá instalação e/ou reativação de radares.

QUANTOS EM LAGES?

Não dá para apontar e nem antecipar quantos estarão no trecho lageano da BR-282, visto que o critério adotado pelo DNIT considerá os locais de maior risco de acidentes. Significa inclusive que pode ocorrer a colocação de equipamentos em outros locais, diferentes daqueles onde havia até então.

CONSIDERE-SE QUE…

Também há casos de temporariedade, visto que quando for instalada a passarela de pedestres entre os bairros Gethal e Santa Maria, não haverá mais necessidade de redutor eletrônico de velocidade naquele ponto. O mesmo ocorre na travessia entre os bairros Passo Fundo e Frei Rogério.

Reforçando ainda que esse equipamento no topo do morro de Índios no km 209 da BR-282, embora muitos entendam como um radar de velocidade, na verdade é um sistema OCR, que lê placa de veículos para identificar aqueles furtados, roubados, com busca e apreensão e etc, para abordagens da PRF

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *