Geral

1947-2020: Rádio Clube FM completa 73 anos

25 DE AGOSTO DE 1947 E LÁ ESTAVA A CLUBE NO AR…

Depois de assistir a uma palestra do Vice-Presidente da República, Hamilton Mourão, o empresário Roberto Amaral tem repetido um mantra que ouviu naquela oportunidade. “A Clube é uma emissora para servir aos governados e não aos governantes”. É nessa linha – e não é de hoje – que a emissora pauta sua atuação em Lages e na região de abrangência na Serra Catarinense. Tendo migrado do AM para o FM faz quatro anos, a Rádio Clube FM conseguiu se reinventar com o advento das redes sociais, sem se afastar da essência e dos princípios que marcam essa trajetória.

Da palestra com general Mourão, Roberto Amaral tem reforçado o posicionamento de que a Rádio Clube é uma emissora para governados e não para governantes

ONDE HÁ, A CLUBE ESTÁ…

Mesmo em tempos de pandemia, o jargão do Onde há, a Clube está tem se mantido. Há um desafio enorme para conferir informações e gerar conteúdo que acaba reverberando em outros meios, com uma equipe de quase 50 pessoas. A Coordenação de Conteúdo conta com a experiência do jornalista Ioton Neto e Celeste Basquerotte dirige a emissora que tem no seu elenco longas histórias de atuação, como é o caso de Maneca.

SOBRE O MANECA

O radialista que está no livro dos recordes por manter o programa mais longínquo numa emissora de rádio no Brasil anda meio recolhido em tempos de pandemia, mas com o pé que é um leque para retornar aos microfones do seu Alma Cabocla, nas manhãs da Clube.

Não tem como falar em Rádio Clube sem ligar o nome a esse cidadão ao centro da imagem: Maneca. No registro com dona Ilse Amaral, viúva do fundador da Clube, Carlos Joffre e o presidente do Grupo SCC, Roberto Amaral. A imagem, claro, é de arquivo porque nestes tempos de pandemia, o trio que já passou dos 60 anos tem optado pela quarentena

73 ANOS EM TEMPOS DE PANDEMIA

Perto da boca da noite da segunda-feira, véspera do aniversário, os gestores da Clube FM reuniram colaboradores para reforçar a estratégia desta semana para comemorar esses 73 anos de existência. Nada de festa porque o momento impõe respeito a protocolos devido à pandemia. Mas a emissora celebra 73 anos fazendo aquilo que é seu perfil: integrada à comunidade. Uma campanha de solidariedade está no ar para ajudar quem precisa. Ao longo da semana serão realizadas coletas e no sábado, com uma live das 14 às 20 horas pilotada pelo locutor e cantor Éder Goulart, a programação do aniversário se encerra.

FOCO DE GESTÃO

Diretor de Produto do Grupo SCC, Beto Amaral, ao compartilhar mensagem com os colaboradores neste aniversário de 73 anos da Clube FM, observou que a emissora é alicerçada nos três pilares das empresas vencedoras: pessoas, tecnologias e processos. “Uma rádio a frente do seu tempo, sempre atualizada nas novas tecnologias e passando a sua essência em todas as plataformas. Uma gestão eficaz, competente e processos bem definidos, fazem da Clube um case (caso de sucesso) nacional”, observa Beto Amaral.

Beto Amaral, nessas incursões como diretor de Produto do Grupo SCC com outro Diretor, Carlos Amaral, que atua em Floripa e aquele apresentador das noites do SBT, o homem da Massa, Rainho

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *