Geral

Reforma: Regional da Saúde fica em Lages

Desde o princípio havia murmurinhos de que a reforma administrativa retiraria de Lages a Regional de Saúde. No novo mapeamento da referida reforma, a estrutura passaria, juntamente com o setor de regulamentação, a operar a partir de Joaçaba abrangendo a Serra Catarinense. A questão gerou protestos e reclamações, além de preocupações de setores da gestão de saúde.

COM A REFORMA…

Vem a informação de que a hipótese de desativar a estrutura regional daqui não possou de um bode na sala. O bioquímico Aloísio Pirolli, gerente regional da Saúde, transmitiu ao colega Reginal Heine a informação:

“A Regional da Saúde não sai de Lages. Estamos em Lages e vamos continuar em Lages. Inclusive há programas do governo Federal a serem implantados aqui graças à Regional. Estive explanando na Rádio Clube o programa Qualificar SUS que o próprio governador Carlos Moisés e o Secretário da Saúde escolheram Lages para a sua implantação aqui em Santa Catarina. O pessoal do Hospital Israelita Albert Einstein vai vir para Lages fazer um laboratório desse programa aqui. Lages será polo dessa iniciativa no Estado. Graças a Deus é uma grande vitória junto ao governo. Fica a Regional da Saúde e fica a Regulação. Tudo fica em Lages. Para nossa sorte e….glória”.

Pirolli (centro) comemora com dirigentes do setor de saúde a definição da continuidade da estrutura regional em Lages, assim como a regulamentação que segue operado a partir da cidade para os municípios da região

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *