Geral

Revitalização das lavadeiras no Tanque

Enquanto a empresa Terra Engenharia trabalha nos detalhes finais da parte que lhe compete em relação à revitalização do Tanque, há outras duas frentes em desenvolvimento. Uma delas se relaciona às melhorias na cancha de esportes, banheiros e imediações e também há um verdadeiro trabalho artesanal para melhorar o aspecto do monumento das lavadeiras.

QUE MONUMENTO É ESSE?

Situado na cabeceira da quadra de esportes, o monumento das lavadeiras foi implantado reverenciando a fundação de Lages e a razão disso ter ocorrido nas imediações do lagoão que atualmente é o Tanque. Depois de tentar fundar Lages lá às margens do rio Canoas (divisa entre Correia Pinto e Ponte Alta) e depois na região do Cajuru, Antônio Correia Pinto de Macedo escolheu o atual local por causa do Tanque.

ENTENDA

É que, como havia risco de ataque de índios que existiam nestas bandas na época, Correia Pinto mandou construir um tanque, aproveitando as vertentes e bicas d’água existentes. Tudo para que as lavadeiras pudessem desempenhar suas atividades sem correrem riscos em locais mais distantes. Daí tem a questão da criança jogada no Tanque, mas isso já é outra história.

E o mesmo autor do monumento, o Escultor José Cristóvão Batista, foi escalado para a revitalização…

Providência que exige atenção em cada detalhe e só um artista para dar conta de tamanha tarefa

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *