Geral

Rio Caveiras como nunca visto

TECNOLOGIA DA MSM IMAGENS AÉREAS PERMITE UMA IDEIA MAIS EXATA DO TRANSBORDAMENTO DO RIO CAVEIRAS NA DIVISA ENTRE LAGES E CAPÃO ALTO

Se no passado a gente já se admirava com os retratos nas beiras das barrancas do Rio Caveiras – que nasce na Serra da Farofa em Painel, segue o rumo para abastecer Lages e garantir a água para a unidade da Ambev e desce mundo afora até despejar o aguaceiro no Rio Canoas -, a tecnologia de um sobrevoo com drone dá uma ideia mais exata. Foi isso que o Marlon Sá Molin, pilotando o drone da MSM Imagens Aéreas, permitiu conferir no sobrevoo do início da tarde de quinta-feira, 23.

DÁ UMA OLHADA, PIAZADA!

Marlon Sá Molin até chamou o colega Biguá (que sempre está on) e este bloguista na sua página de Instagram, para darmos uma espiada no aguaceiro. E fazemos isso, compartilhando três retratos daqueles captados por ele ali na divisa entre Capão Alto e Lages.

Não tirem o sono dos Berneck. Os managers Gilson e Daniel Berneck podem ficar, relativamente tranquilos. É pouco provável que um aguaceiro desses, mesmo que mais intenso e robusto, avance na área edificada da nova planta industrial da Berneck (no registro acima, acima e à esquerda).

Outra gigante da geração de impostos e empregos para Lages, a unidade da Seara Alimentos (Grupo JBS) também não há muito o que se preocupar, apesar da água perto dos pés. Historicamente o Caveiras nunca subiu além de seus limites ali perto da ponte.

Quanto às casinhas ao longo dos igarapés do Caveiras na imagem, não é nada que os proprietários possam fazer e/ou reclamar. A natureza está apenas avisando que beira de rio integra o rio.

P. S.

Os registros são exclusivos da MSM Imagens Aéreas. Qualquer interesse ou necessidade de utilizar esses registros fara fins diversos, basta contatar com Marlon Sá Molin (pode ser no direct do Instagram) que ele fornece as imagens em resolução adequada. Como diz o Datena, dá trabalho para fazer. Daí a importância do crédito de quem coloca o drone para molhar no aguaceiro de junho em Lages.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *