Geral

Rufino a Urubici: Licitação bate na trave

SEGUNDA LICITAÇÃO FEITA PARA ASFALTAR OS 29 KM NÃO APRESENTOU EMPRESA INTERESSADA. RAZÃO? O AUMENTO DO PREÇO DO ASFALTO

Em novembro do ano passado o próprio governador Moisés esteve em Urubici autorizando a licitação do asfalto na SC-370 até Rio Rufino. Foi uma festa e com razão. Desde a década de 1980 a comunidade articula, cobra e pede a pavimentação asfáltica do trecho de 29 km. O valor da obra, a partir dos dados técnicos do projeto, foi orçado em R$ 129 milhões. Só que as inconstâncias do mercado de combustíveis fez as empresas interessadas colocarem os dados na ponta do lápis e ver que não valeria a pena apresentar propostas. Assim, a licitação autorizada foi dada como deserta, pela ausência de participantes.

NOVA LICITAÇÃO BATE NA TRAVE

Por causa daquela situação de não apresentação de empresa interessada, o próprio secretário Thiago Vieira (Infraestrutura) autorizou um novo cálculo dos valores, considerando o aumento do petróleo que repercute no valor do asfalto. Assim, a obra de R$ 129 milhões foi reajustada em mais R$ 3 milhões. Porém, nesta terça-feira, 15 de março, apesar da bagatela de R$ 132 milhões, nenhuma empresa apresentou proposta, de novo. A informação é de que há empresa interessada. Mas a obra é complexa e o teto fixado não dá margem de lucro às empreiteiras. Ou seja, como nenhuma empresa quer pagar para trabalhar (com razão), a licitação não tem vendedor.

Registro do começo de novembro do ano passado com a ordem para licitar os 29 km da SC-370 entre Urubici e Rio Rufino com a prefeita Mariza Costa (esquerda) e Erlon Tancredo Costa (atrás à direita) testemunhando uma espera de 40 anos que era para sair do papel

Thiago Vieira, esse é o cara! Secretário de Infraestrutura terá que articular uma nova atualização de valores para o teto da obra e lançar outra licitação para tentar encontrar uma empresa disposta a executar o asfalto de 29 km entre o Rufino e Urubici

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *