Geral

SC e Lages fora do pacote da Sputnik V

ANVISA AUTORIZOU IMPORTAÇÃO DA VACINA RUSSA NESTA SEXTA-FEIRA, 04. MAS ESSA DECISÃO NÃO INCLUI AQUELA REMESSA PEDIDA PELOS MUNICÍPIOS DA SERRA CATARINENSE

É que aquelas 30.000 doses que Lages pediu através da Fecam – e praticamente todos os municípios da Amures também solicitaram – estavam no pacote de abril das 30 milhões de doses que foram solicitadas por 14 Estados. E aquela importação foi barrada pela Anvisa por falta de documentação suficiente. Pelo que consta no noticiário nacional, o laboratório que produz a Sputnik V apresentou os documentos, tendo essa liberação aprovada para seis Estados do Nordeste, nessa nova remessa.

ENTENDE-SE QUE…

Com essa abertura de importação excepcional aos estados nordestinos feita pela Anvisa, abre-se precedentes para que aquela aquisição de forma consorciada, administrada pela Fecam seja levada a efeito, integrando um grupo maiores de compradores, inclusive com as 30.000 doses pretendidas por Lages. Outra informação, é que a autorização da Anvisa para importação da Sputnik V é por lote. Cada vez que se pretender comprar, precisa de um de acordo da agência.

O assunto interessa a Lages e à Serra Catarinense porque prefeitos assinaram termos para comprar a Sputnik V. Mas a União Química, que é a produtora brasileira dessa vacina (e que aparece ali no rótulo), por enquanto, não tem autorização para produzir em território nacional esse imunizante por falta de documentação exigida pela Anvisa

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *