Geral

SC tem movimento ‘Fica Daniela’

E POR OUTRO LADO HÁ ATOS PELO ‘FORA MOISÉS’ NUMA BRIGA INTERNA DA CHAPA VENCEDORA DE 2018

– Levanta a mão quem não votou em Moisés e Daniela!

São poucos os catarinenses a praticarem esse gesto. Porém, esse limitado eleitorado que não foi às urnas na eleição passada – ou se foi votou em Merísio no segundo turno – assiste de camarote uma disputa entre os integrantes da chapa vencedora. Enquanto os desdobramentos convergem para a sexta-feira da semana que vem, 07 (talvez madrugada de sábado, 08), os bastidores estão fervendo.

PROTESTOS CONTRA MOISÉS

Está programada para este sábado, 01, uma série de protestos de apoio ao Presidente Bolsonaro. Os articuladores retiraram o pedido de ‘intervenção militar’ e realizam (de forma mais sensata) um ode de apoio ao Presidente. Em Santa Catarina essa movimentação terá um ingrediente a mais: É o #FicaDaniela! Ideia é que bolsonaristas colem na ideia de defender a permanência de Daniela Reinehr como governadora (em definitivo) enquanto reforcem o coro do #ForaMoisés.

Esse banner recebo do colega Demetrius Wolff e se constitui um dos instrumentos que evidenciam esse antagonismo entre os dois ocupantes da chapa de 2018

MOISÉS OU DANIELA:

EM QUE PÉ ESTÁ A SITUAÇÃO?

Uma grande incógnita. Assim está a votação do 7 de maio. Se de um lado há argumentos (jurídicos e políticos) para salvar o mandato de Carlos Moisés e devolvê-lo à função, do outro também há argumentos pela ‘degola’ do governador afastado. Se houve entendimento da não participação de Moisés no esquema dos respiradores, isso não afasta a responsabilidade como ordenador primário. Daí o suspense pela interpretação e votação.

PLACAR QUE DEFINE TUDO

Caso se repita o placar da primeira votação (6 a 4), Carlos Moisés retorna ao cargo de governador. Porém, já há deputado que fora favorável a Moisés na primeira votação e estaria repensando o posicionamento para a sexta-feira, 07. Do outro lado, resta saber a posição dos desembargadores, visto que quatro dos cinco votaram pelo afastamento do governador. Manterão os votos ou repensarão o entendimento.

BASTIDORES DA POLÍTICA

Enquanto isso, não tão tão distante da política estão aqueles que focam a eleição de 2022. Pelo menos dois pré-candidatos mexem as pedras do tabuleiro, de olho nas urnas do ano que vem. Fazem movimentos considerando o que seria melhor no cenário eleitoral: Daniela ou Moisés no comando do Estado. Essa vertente de articulação política, na nossa visão, é que fará a maior diferença na votação do 7 de maio.

Compartilhe

1 comentário para: “SC tem movimento ‘Fica Daniela’”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *