Geral

Segurança na Avenida Carahá em pauta

A triste ocorrência da quinta-feira, 28, que resultou na morte da jovem Natália Oliveira Rosa, 20 anos, puxou o debate sobre a necessidade de instalação de contenções (defensas ou guard rail) ao longo da Avenida Belisário Ramos – a Carahá. Essas estruturas já foram instaladas nas proximidades de semáforos, não teriam custo elevado e serviriam como barreira para impedir quedas de veículos no rio.

PONTOS PERIGOSOS

Não é toda a extensão da avenida que apresenta riscos. Mas há locais (como na curva das imediações da Acil), onde o risco é mais constante, inclusive com acidentes pontuais. No local havia inclusive redutor eletrônico de velocidade (nos dois sentidos da via) no passado. Isso por si já evidencia que há excesso de velocidade e risco de acidentes.

Registre-se através das fotos de Nilton Wolff o trabalho de Bombeiros e policiais militares na ocorrência, inclusive com a tentativa de salvar a vida da jovem que fora arrastada pelas águas do rio, após a queda do veículo

AINDA SOBRE ISSO

A Avenida Carahá requer investimentos e modernidade. Uma nova camada asfáltica ao longo da via, especialmente desde a frente da Floricultura Sempre Verde até a rua Frei Gabriel (uns 3 km), tem essa necessidade de revisão do pavimento. Essa providência acompanhada de guard rail e boa sinalização (inclusive com lombadas físicas, se for o caso), seria a solução já que a Carahá é a avenida que liga a cintura central de Lages a todos os pontos da cidade.

EM TEMPO

Essa repaginação da Avenida Carahá com nova camada asfáltica, correção no escoamento da água (evitando alagamentos como na frente do Fórum), sinalização e outros adequações não custaria menos que uns R$ 8 milhões.

ALÔ MARCIUS

Quem sabe o deputado Marcius encampa essa ideia, articula emendas impositivas para tal providência e deixa sua marca no mandato viabilizando recursos a essa obra estruturante na cidade!

Até porque, o deputado Marcius esteve com os engenheiros Franco Schweitzer Mendes e Vinicius Bernardi, da área de Obras e Planejamento e com os secretários João Alberto e Álvaro Joinha discutindo projetos para Lages.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *