Geral

Segurança: Projeto inédito na Serra

PARCERIA ENTRE FACISC E PM TERÁ LAGES E OUTROS QUATRO MUNICÍPIOS COMO ‘LABORATÓRIO’

Circula em redes sociais conteúdo que apresenta Lages como a oitava cidade mais segura do Brasil. Há furtos, roubos e ocorrências do gênero, mas dentro de um contexto menor se comparado a outros municípios com mais de 100 mil habitantes. E há passos sendo dados para que esse protagonismo da Polícia Militar, responsável pelos bons índices juntamente com outras forças de segurança, colha ainda mais resultados positivos.

NESSE SENTIDO

A Facisc e a Polícia Militar assinaram protocolo para execução do programa Protótipo Alpha. Trata-de uma metodologia adotada para intervir nos territórios baseada no Programa de Desenvolvimento Econômico Local (DEL). Foco é identificar e monitorar os fatores associados à violência letal, articulada com o desenvolvimento sustentável, em municípios catarinenses. Embora pareça uma pregação complexa, a ideia é colocar em prática dados, conceitos e iniciativas que repercutam na redução de índices de violência.

ONDE SERÁ DESENVOLVIDO

Além de Lages, o Protótico Alpha terá lugar nos municípios de Curitibanos, São Joaquim, Urubici e Bom Jardim da Serra. “O Governo Federal lança muito programa de combate à criminalidade, abrangendo apenas uma vertente. E, em 35 anos de serviço, nunca vi o oposto, um projeto nacional que atue nas causas, assim como será o Protótipo Alpha, inspirado no conceito da educação 5.0 da indústria”, enfatiza o Coronel Pelozato, comandante geral da PM em Santa Catarina.

DO COMANDANTE GERAL

De acordo com o Coronel Pelozato, este trabalho, que contará com a participação de toda a sociedade, vai elevar ainda mais os níveis de excelência atingidos hoje na ordem pública catarinense. “Não tenho dúvidas de que este projeto vai emergir de Santa Catarina para todo Brasil. Será um case de estudo nacional e sairá das fronteiras do País”, cita o Comandante Geral da PM catarinense.

LAGEANO INTEGRADO

Quem preside o IDEL – Instituto de Desenvolvimento Econômico Local, braço da Facisc nessa parceria, é o integrante do Conselho Superior da Acil, Carlos Eduardo de Liz. “Nesta parceria, o foco será a segurança, mas as ações do programa irão além, promovendo a inovação na gestão pública, mobilização social, construção de políticas públicas baseadas em consenso e dados técnicos, proteção ambiental, inclusão social e muito mais. Com isso, busca-se não apenas a redução da violência, mas também o crescimento socioeconômico e a melhoria da qualidade de vida na mesorregião serrana”, pontua Carlos Eduardo de Liz.

Coronel Pelozato assina o termo do Protótipo Alpha com gestores da Facisc e o presidene do IDEL, Carlos Eduardo de Liz, por testemunha

Conteúdo: Mariane Lidorio Mendes

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *