Geral

Sem segredo: São Joaquim é assim

Nenhum município entre os 18 da Amures apresentou uma diferença de votos tão significativa para quem buscou reeleição quanto São Joaquim. Giovani Nunes (PSL), que escalou dona Ana Melo (PP) como vice, bateu o segundo colocado (vereador Guga) com 7.180 votos de diferença. Se considerar que no maior colégio eleitoral da Serra (Lages) a diferença foi de apenas 56 votos, entende-se a expressividade da votação naquele município.

PERGUNTA RECORRENTE

Ao falarmos de política e o resultado das urnas na Serra, tem sido recorrendo a indagação sobre o segredo do prefeito Giovani Nunes em São Joaquim, considerando, por exemplo, que seus vizinhos, Antonio Zilli (Urubici) e Vilmar Neckel (Bom Retiro), se quer conseguiram se reeleger.

ASSIM EM SÃO JOAQUIM

Geralmente o resultado nas urnas não decorre de um único fator. Mas se inclui nesses o trabalho desenvolvido no interior. Com a economia bastante ligada à fruticultura (especialmente a maçã), Giovani Nunes não se recolheu um só instante de garantir não só manutenção, mas inovações nas estradas que dão acesso às localidades.

O QUE SE FEZ?

Alargamento, cascalhamento, ações que acabaram com o receio de produtores de maçã de carregar a safra e perder dois, três dias com caminhões atolados nas quebradas. Isso repercute no coletivo da comunidade, visto que a população de São Joaquim depende de boas safras, repercutindo no comércio, prestação de serviços, enfim, no cotidiano da cidade.

Nenhuma estrada rural, como essa que faz ligação lá na fronteira com o Rio Grande do Sul (localidade de São João do Pelotas), deixou de receber manutenção e melhorias. E o reconhecimento veio no voto!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *