Geral

Sobre o aeroporto de Correia Pinto

Quinta-feira Santa e um registro simbólico do que é o aeroporto regional do Planalto Serrano em funcionamento. Há 14 anos, percorríamos a pista do aeroporto situado ali na localidade de Águas Sulfurosas com o filho, Fabian. Ele tinha lá seus 12 anos e naquela expectativa de que de um mês para outro a estrutura passasse a receber aviões nos pousos e decolagens. Passou uma década inteira e nada. Nesta quinta-feira fomos receber o piá lá de casa, agora residindo em Brasília. Saiu da Capital às 6h da manhã. E depois de 90 minutos em Viracopos (Campinas/SP) rumou para a Serra Catarinense, chegando aqui pouco depois das 10h30min.

O ano é 2008 e a caminhada é para conferir a pista antes do início das operações de pousos e decolagens que aconteceriam a qualquer momento…

A cara não muito animada talvez antecipasse o que seriam os 14 anos de espera até que essa pista passasse a receber voos regulares, como da Azul, que passou a operar neste mês de abril de 2022. Se contasse lá em 2008 que só em 2022 teríamos uma empresa operando no aeroporto, talvez ninguém acreditasse!

Ali no indicativo da seta o Fabian, 14 anos depois das fotos lá de cima, chegando em um voo regular operando no Aeroporto de Correia Pinto

Compartilhe

3 thoughts on “Sobre o aeroporto de Correia Pinto”

  1. Nossa… me lembro da reportagem quando estas fotos foram postadas lá em 2008, e me espantam duas coisas, como o tempo passou tão rápido assim e como esse aeroporto demorou a ser utilizado. Porém agora me parece, e vamos com um pouco de calma mas com muita fé, que os números são bons para a continuação destes voos.

  2. Aliás me recordo de uma propaganda de cerveja que foi gravada exatamente nas obras deste aeroporto.

  3. Ontem, dia 05 de junho de 2022, novamente foi cancelado o pouso do único voo do Aeroporto de Correia Pinto. Após uns 15 minutos de voo em torno do aeroporto o comandante da aeronave disse que não seria possível pousar “pois estava chovendo”. Não vai pousar porque estava chovendo? Custei para acreditar mas foi exatamente o que ele disse!
    Nosso Planalto Sul Catarinense, depois de quase 20 anos de obras e espera, agora tem um aeroporto que não funciona quando chove!!!
    Eu estava neste voo e o atraso da chegada aqui em Lages foi de 8 horas, depois de desviar o voo para Florianópolis.
    Me chamou a atenção em relação aos comentários dos passageiros.
    Havia um passageiro que já estava passando por este cancelamento pela segunda vez em apenas dois meses. Comprou 4 passagens e só conseguiu pousar/embarcar duas vezes em Correia Pinto. Nada menos do que 50% de cancelamento de pouso.
    Para muitos deles o nosso aeroporto virou piada: “ – Um aeroporto que não pousa avião quando chove??? Tá de brincadeira??!!”, era o que mais se ouvia.
    Pra mim esta é uma situação inexplicável. Faz mais de 40 anos que eu comecei a viajar de avião e já pousei em aeroportos com tudo que é condição climática, inclusive chuvas, e algumas bem intensas.
    Querem um conselho? Se sua viagem necessita que você não se atrase para um compromisso, evite tentar embarcar aqui em Correia Pinto.
    E eu acho, sinceramente, que a credibilidade do nosso aeroporto regional está comprometida. Se continuar assim, esta linha Correia Pinto – Campinas vai ser mais um fracasso entre outras tantas tentativas de se ter um voo regular e confiável aqui na nossa região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *