Geral

Sputnik V não decola na Anvisa

LAGES TINHA PREVISÃO DE COMPRAR 30 MIL DOSES DA VACINA RUSSA CUJA IMPORTAÇÃO FOI BARRADA

Chegamos a antecipar a previsão de que a Anvisa iria liberar sem maiores dificuldades a importação da vacina russa Sputnik V que está na mira de Estados e Municípios para reforçar a imunização contra a Covid-19. Ledo engano da nossa parte. Por unanimidade os cinco diretores da Anvisa, responsáveis pela análise, votaram contra a autorização de importação.

RAZÃO DO NÃO

Argumento é da falta de informações cruciais que permitissem a análise. Ademais, os dados que a agência recebeu ou que buscou junto a empresas e autoridades sanitárias criam sérias dúvidas sobre a segurança, qualidade e eficácia do imunizante, assim como uma inspeção realizada em fábricas usadas para produzir a vacina na Rússia.

REPERCUSSÃO

Essa batida na trave da liberação da vacina Sputnik V coloca por terra, pelo menos por enquanto, a intenção dos municípios catarinenses em adquirir o imunizante. Lages havia integrado o consórcio da Fecam para comprar 30 mil doses. São Joaquim outras 14 mil doses. Correia Pinto e Otacílio Costa, 15 mil doses cada município. Enfim, quase a totalidade dos municípios da Serra Catarinense pretendiam adquirir a Sputnik V para acelerar a imunização contra a Covid-19.

No perfil de rede social da Embaixada Russa no Brasil aí está a pretendida por municípios como Lages para reforçar a imunização da população. Entretanto, a Anvisa vê riscos de doenças por falha na fabricação. Ou seja, ao invés de imunização, poderíamos ter complicação com a referida vacina. Daí a sinalização contrária!

***

TERRA ENGENHARIA INFORMA QUE

RESIDENCIAL BÉRGAMO TOMA FORMA

O local da construção do Residencial Bérgamo com o início da fixação de baldrames,  aqueles elementos estrutural de concreto armado que têm a função de distribuir a carga das paredes e do teto para a fundação.

Unidades à venda. Reserva a sua!

Registro de Incorporação: R3/41196

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *