Geral

TSE analisa recurso do prefeito de Anita

CORTE NEGOU SEGUIMENTO A RECURSO QUE PRETENDIA REVERTER IMPUGNAÇÃO

São 14 páginas do despacho do Ministro Luís Salomão. Ali o magistrado esmiúça desde o princípio a questão que envolve a candidatura do prefeito João Cidinei (PL) que buscou a reeleição em Anita Garibaldi. Aponta que a rejeição das contas na Câmara de Vereadores – relativas a 2018 – é merecedora de justificativa para o indeferimento da candidatura.

E MAIS

De forma monocrática o Ministro Luís Salomão ilustra a narrativa apontando que a candidatura de João Cidinei fora deferida em 1.º grau (na 52.ª Zona Eleitoral de Anita), mas que de forma unânime houve a reforma daquilo que fora decidido quando da apreciação do recurso do Ministério Público Eleitoral junto ao TRE/SC. Há uma narrativa de causas que levam ao não deferimento da candidatura e, ao final o Ministro nega o seguimento do referido recurso no TSE.

João Cidinei concorreu sub judice e aguardava decisão do TSE para confirmar a vitória no domingo, dia 15

Henrique Menegazzo que ficou em segundo na disputa não assume, caso o prefeito reeleito não reverta a decisão no TSE. Uma nova eleição seria realizada.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *