Geral

Na Alesc: Uber e etc sem engessamento

Assembleia Legislativa recebeu para o trâmite, projeto de lei complementar do deputado Bruno Souza que garante o direito constitucional do motorista de aplicativo de trabalhar e impede que legislações municipais sejam muito restritivas. O projeto libera, por exemplo, o uso de carros locados ou financiados, bem como com placas de outros municípios para atuar como Uber e outros.

EXEMPLO PERTINENTE

O parlamentar alertou na tribuna que, com a mudança no CTB que entrou em vigor nesta semana, o motorista que fizer uma corrida de Florianópolis para Bombinhas, terá duas opções: ir até o limite da cidade e deixar o passageiro ou entrar na cidade e correr o risco de receber uma multa de R$ 1,5 mil e remoção do veículo.

Diz o deputado Bruno Souza que: “Temos de tratar com prioridade e urgência e garantir o trabalho dos milhares de motoristas e impedir a criação de leis que limitam os negócios dos catarinenses”.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *