Geral

Um fundo a empreendedores de Lages

SUGESTÃO DE VEREADORA É PARA QUE METADE DE R$ 4 MILHÕES SEJA DOADA A PEQUENOS EMPREENDEDORES

Vereadora Suzana Duarte (Cidadania) fez as contas e o duodécimo que o legislativo lageano tem direito constitucionalmente totaliza R$ 13.500.000,00 neste ano. Aponta que o gasto estimado para o ano é de R$ 8.520.000,00 considerando a média mensal de 710 mil de custeio do legislativo.

DIANTE DISSO…

A vereadora apresentou moção para que o Executivo destine parte desses R$ 5 milhões que ‘sobram’ do Legislativo para a criação de um Fundo de Auxílio aos Pequenos Empreendedores. Sugere que R$ 2 milhões de tal ‘sobra’ integre esse fundo e que o Executivo aporte outros R$ 2 milhões para que o somatório (R$ 4 milhões) auxilie aqueles afetados pela pandemia em suas atividades econômicas.

FUNDO PERDIDO E…

A vereadora Suzana Duarte inclusive sugere que metade do dinheiro que o pequeno empreendedor acessar seja a título de fundo perdido (sem precisar pagar) e o restante concedido sem juros, através de instituições como o Banco da Família.

ASSIM

A ideia é interessante, mas o dinheiro que o Executivo não entrega ao Legislativo, referente ao duodécimo constitucional continua na conta mãe e ajuda a custear outras despesas. Daí que é um recurso que, conceitualmente, é da Câmara, mas não é da Câmara. É da coletividade.

Vereadora Suzana Duarte na prosa com o presidente Gerson e o integrante da Mesa Diretora, Jean Felipe, no legislativo lageano

Foto: Nilton Wolff / Alex Branco (Câmara de Lages)

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *