Geral

Uma vice da Serra para Amin?

SENADOR SEGUE COSTURANDO PARA DEFINIR A CHAPA COMPLETA VISANDO A DISPUTA AO GOVERNO. COGITAÇÃO DE BASTIDORES CITA A HIPÓTESE (POUCO PROVÁVEL) DE CARMEN ZANOTTO

Nem fizemos contato com a deputada Carmen Zanotto sobre o tema, porque, mesmo que tivesse procedência a cogitação, ela não confirmaria. E como não é algo negativo, lá vai a informação: Esperidião Amin tem até sexta-feira da semana que vem, dia 05, para dizer com quem vai para o bailado das urnas colocar o 11 na telinha. Tem namoro com o PSDB que, por tabela, traria o Cidadania junto, visto que ambas siglas estão juntas numa nova modalidade de coligação denominada federação.

A COGITAÇÃO QUE TIVEMOS ACESSO

Carmen Zanotto seria a ‘noiva’ ideal para esse ‘casamento’ com Amin formando uma majoritária. Embora seja um ‘casamento arranjado’ e cheio de interesses, cairia bem para todas as siglas. Para Amin que teria uma vice com um histórico inconteste de trabalho prestado, especialmente na área da Saúde, para o PSDB que abriria (com a saída de Carmen da disputa) a garantia de reeleição à deputada Geovânia de Sá e ainda permitiria aos tucanos, de repente, até indicar um nome ao Senado, caso Jorginho Mello opte por se manter em ‘carreira solo’ ao governo pelo PL.

PSDB e Cidadania estão ‘coligados’ a Federal. E na matemática do cenário, a hipótese de reeleição de Geovânia e Carmen é pouco provável. Apenas a mais votada entraria na lista dos 16 eleitos a Federal por SC

Eles já integraram a lista dos ‘cabeças’ no Congresso Nacional. E a hipótese de serem os cabeças de uma coligação no Estado não é fora de cogitação

MUITO EMBORA

Nos bastidores houve quem interpretasse que aquela reaproximação entre Jorginho Mello e Amin (na gruta) sexta-feira, 22, tenha sido um indicativo de que, de repente, o Careca pode recuar da disputa ao governo pelo PP, na missão de colocar o 11 na telinha. Entretanto, Amin deu tantos passos no sentido de concorrer a governador que, a hipótese de um recuo a essas alturas é absolutamente impossível. Ou vai, ou vai!

A vertente mais provável seria de Jorginho recuar, indicar o vice, Felipe Melo na dobradinha com Amin e, os dois principais nomes de apoio a Bolsonaro em SC, estarem juntos na disputa. Vertente é hipótese, no caso!

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *