Geral

UPA: Atendimento diminuiu na pandemia

Foi assunto no horário eleitoral quando se destacou numa leitura do ponto de vista de liderança o enfrentamento à Covid-19. Mas as ações não ficam no âmbito do discurso. Apesar desse recuo no número de casos, há um olhar atento às medidas preventivas para tentar manter a questão sob controle.

NESSE SENTIDO

Secretaria da Saúde de Lages compartilha a intensificação do trabalho de higienização e limpeza em pontos de fluxo mais intenso de pessoas como a UPA.

METADE DE LAGES NA UPA

De acordo com os dados tabulados na própria estrutura de saúde, entre o primeiro dia deste ano e o feriado da segunda-feira, 12, foram realizados 71.095 atendimentos na UPA. Número equivale a quase metade da população lageana passando pela unidade de P.A. na busca de algum tipo de atendimento.

Profissionais com os devidos EPI para manter o ambiente da UPA higienizado, como manda o protocolo de prevenção à Covid-19

 

PANDEMIA REDUZ FLUXO

Gilmar Ribeiro que dirige a UPA explica que apesar de ser um número expressivo, antes da pandemia a média de pessoas atendidas diariamente era bem maior. Os números de atendimentos mensalmente dão ideia da redução de fluxo nos meses de pandemia mais severa:

Janeiro…………..8.552

Fevereiro………12.062

Março…………..10.303

Abril……………….5.178

Maio………………5.581

Junho…………….6.251

Julho……………..6.357

Agosto…………..6.329

Setembro……….7.286

Nos primeiros 12 dias de outubro são 3.196 atendimentos na unidade de Pronto Atendimento, evidenciando que o advento da pandemia reduziu a procura por serviços na área da saúde

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *