Geral

UTI: Muda perfil de internados em Lages

SECRETÁRIO DA SAÚDE ATRIBUI O FATO À AMPLIAÇÃO DA VACINAÇÃO NA POPULAÇÃO. E OS ÚLTIMOS TRÊS ÓBITOS EM LAGES SÃO DE PESSOAS SEM COMORBIDADES.

Falando ao colega Adilson Oliveira na Clube FM, o secretário da Saúde, Claiton Camargo de Souza, passou um panorama da vacinação em Lages. Destacou o fato de que há cerca de 3 mil pessoas aptas a receber a segunda dose da vacina e que poderiam já terem sido imunizadas e ainda não foram em busca do imunizante. “A vacina está à espera dessas pessoas”, observou salientando que não existe prazo limite para que essas pessoas se vacinem. “Não tem como estipular um prazo. Tem como reforçar o apelo para que busquem a segunda dose porque só assim terão a imunização suficiente para a proteção ideal contra a doença”.

PERFIL DOS INTERNADOS

Ainda naquele detalhamento sobre casos em Lages, o Secretário da Saúde faz uma observação pertinente. Cita que o perfil daquelas pessoas internadas ou que buscam internamento em leitos de UTI mudou. Antes eram pessoas mais idosas que recorriam ao tratamento intensivo. “Agora temos aquelas com faixa etária inferior a 60 anos”, complementa Claiton Camargo.

Secretário nesse registro de arquivo com Amarildo Volpato e o médio do Samu Leonardo Coelho e a observação sobre a alteração do perfil das pessoas que acabam sendo internadas em UTI nos hospitais de Lages

ÚLTIMOS MORTOS NÃO TINHAM

QUALQUER COMORBIDADE

De acordo com o Painel de Casos da Covid-19 de Santa Catarina, as últimas três mortes registradas em Lages pela doença foram de dois homens de 62 e 53 anos nesta quarta-feira, dia 16. E ainda de uma mulher de 69 anos na segunda-feira, dia 14. Em comum esses três pacientes registram o fato de que não possuíam qualquer comorbidade, nenhuma doença pré-existente que pudesse agravar o quadro de saúde a partir do diagnóstico da Covid-19.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *